Atenção! WhatsApp vai parar de funcionar em celulares antigos

Com o aumento da tecnologia e das facilidades proporcionadas por ela, foram desenvolvidos diversos aplicativos de troca de mensagens, porém a grande febre nacional nessa categorias de aplicativos é chamado Whatsapp, ele acabou facilitando- e muito – a vida da maior parte dos brasileiros que têm acesso a internet e a um smartphone.

Publicidade

Com o Whatsapp foi possível para muitos brasileiros, encontrarem uma nova maneira de trabalhar e ganhar seu sustento,ainda mais com a crise instaurada no Brasil há alguns anos, toda a criatividade foi necessária, além do fato da facilidade de se comunicar com pessoas queridas que moram longe, possibilitando assim uma amenização da saudade e da vontade de conversar.

Então, por conta da ampla gama de utilidades que o whatsapp possui, qualquer novidade em relação a ele é de grande importância para todos.

Nesta matéria você saberá em quais dispositivos o aplicativo deixará de funcionar a partir de 2020 e em determinados meses. 

Caso o whatsapp tenha deixado de funcionar em seu dispositivo smartphone, você provavelmente esteja com um aparelho Android com versão 2.3.7 ou inferior, ou com um aparelho IOS com versão 8 ou menos, pois desde o dia 1 de janeiro deste ano de 2020 o aplicativo deixou de ser compatível com essas versões de sistema.

Os usuários de Windowns phone já não possuem mais acesso ao aplicativo desde o dia 31 de dezembro de 2019.

De acordo com o comunicado publicado pelo aplicativo, ele continuará compatível a celulares Android com versões 4.0.3 e superiores, também para versões IOS 9 e superiores.

Publicidade

Caso você tenha alguma versão que deixou de funcionar, aconselhamos que faça a atualização de seu sistema operacional ou compre algum dispositivo mais recente que possua um sistema operacional mais desenvolvido e compatível com o aplicativo de troca de mensagens mais utilizado no Brasil.

Compartilhe com seus amigos e deixe eles por dentro do que está acontecendo no universo do Whatsapp. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.